Vídeo: compartilhe a conexão 3G do iPhone (mesmo antigo) com o iPad

William Marchiori, para Macworld Brasil
18 de março de 2011 às 07h00
Com o iOS 4.3, é possível transmitir uma conexão de dados diretamente do seu celular para o tablet por meio de uma rede sem fio ou via Bluetooth

Notícias Relacionadas

Até o começo deste mês, só era possível compartilhar a conexão 3G de um iPhone para um iPad se o aparelho fosse "hackeado" com o popular jailbreak. Mas, com o lançamento do iOS 4.3, tudo ficou mais simples: agora é possível criar um ponto de acesso pessoal com um simples toque ou enviar a conexão 3G diretamente para o iPad via Bluetooth.

O compartilhamento via Wi-Fi só está presente no iPhone 4, mas os modelos 3Gs e 3G também podem transmitir a conexão de Internet para o iPad via Bluetooth. E não é nada complicado ativar esses dois recursos. Veja como fazer isso no nosso videotutorial (http://youtu.be/tc1Z_nYsXRM).


Economia
Com esse recurso, você pode comprar um iPad Wi-Fi e, com um iPhone, utilizá-lo como se fosse 3G. Assim, você gastaria apenas com um plano de dados 3G e o iPad ainda sairia bem mais barato.

O único porém é que, se usado por longos períodos, esse recurso vai consumir muito a bateria do iPhone e você sentirá uma redução dramática na duração. Se você planeja fazer isso, recomendamos um acessório como a bateria portátil PowerMax.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil