Comprei um iPad, e agora? 23 dicas para novatos no mundo do tablet da Apple

Macworld/EUA
09/11/2011 - 07h00 - Atualizada em 09/11/2011 - 15h54
Veja como organizar aplicativos, lidar com pastas, imprimir, fazer buscas, utilizar o iTunes e muito mais

Notícias Relacionadas

Então, depois de ouvir seus amigos falando tanto do “tal tablet da Apple” você resolveu botar a mão no bolso e comprar um iPad. E agora? Vai só ficar navegando na Internet? Para você, que é novo no mundo dos tablets, selecionamos dicas (algumas básicas, outras pouco conhecidas) que permitem conhecer melhor o equipamento.

Para começar, seu iPad está rodando o sistema operacional móvel da Apple, o iOS, que usa gestos multitoque. Além disso, ele vem com alguns ótimos aplicativos (os chamados apps) para deixar sua vida mais fácil e produtiva, e é possível baixar ainda mais programas na loja online da companhia, a App Store. Mas antes de começar a brincar, você vai querer saber o básico sobre como trabalhar com o iOS e seus programas, e o que eles podem (ou não) fazer.

Leia também:
iTunes: como autorizar novos micros a utilizarem sua conta (ou bloquear o uso)

10 coisas que você deve saber antes de comprar o iPhone 4S no exterior


Gestos e técnicas


Se você nunca teve um aparelho com tela sensível ao toque da Apple, pode não estar familiarizado com frases estranhas como “pinça para zoom” e a diferença entre os movimentos de “rolar” e “deslizar” os dedos. Mas não tenha medo: apesar de alguns desses gestos possuírem nomes estranhos, eles são fáceis o bastante de aprender.

Toque – Tocar está para um aparelho iOS assim como clicar em um mouse está para um computador desktop. Logicamente, tocar é o gesto mais básico que você pode fazer no iPad. Você toca a tela para abrir aplicativos, acionar controles, reconhecer menus e muito mais.

Toque, segure e arraste – Para algumas funções, como destacar um texto, copiar e colar, ou apagar e mover apps, você vai precisar tocar e segurar seu dedo apertado na tela do tablet.

Quando você faz isso em um pedaço de texto, ele é destacado em azul, e linhas de edição com pontos azuis aparecem em cada lado. Você pode tocar, segurar, e enquanto segura, arrastar seu dedo para aumentar ou diminuir a área destacada. Arrastar também entra em jogo para mover objetos nos apps, puxar e deslizar.

Rolar e deslizar – Arraste seu dedo pela tela, para cima, baixo, esquerda ou direita, para fazer o movimento de deslizar (Swipe). Deslizar é uma das ferramentas básica no iPad e um dos gestos mais fáceis de se aprender; você usa o movimento para a esquerda ou direita para navegar entre as páginas de apps na sua tela Início, ou para cima ou baixo para ler um texto no Safari, por exemplo.

Rolar (Flick) é o mesmo que deslizar seu dedo, só que de modo mais rápido: o iPad suporta rolagem inercial, o que significa que quanto mais rápida ou lentamente você mover seu dedo, isso irá influenciar na velocidade de movimento do conteúdo.

Movimento de pinça – Para dar zoom in ou zoom out, ou para abrir uma coleção fechada de fotografias no app Photos, você vai usar o gesto de pinça (também chamado às vezes de “pinça para zoom”). Para dar zoom in ou para abrir algo, coloque seu polegar e dedo indicador, posicionados juntos, na tela e separe-os. Para dar zoom out faça o oposto: comece com os dedos abertos e então os junte.

 

ipad390b
Zoom de pinça: é possível ampliar e até rotacionar elementos


Rotação – Com dois ou mais dedos, você pode até girar alguns elementos. Apenas segure dois dedos apertados na tela, e faça um gesto circular no sentido horário ou anti-horário.

 

Navegação básica

Sem aplicativos, seu iPad não seria tão divertido. Felizmente, o tablet já vem com alguns programas nativos da Apple, e ainda fornece acesso fácil à loja App Store. Confira agora um rápido olhar sobre como abrir, fechar, gerenciar e apagar seus apps.
Após ligar e desbloquear seu iPad, a primeira coisa que você vai ver é a tela Início.

A tela Início – Aqui, você vai ver um grupo de ícones agrupados em fileiras, e muitos outros ícones reunidos no Dock prateado ao longo da parte inferior da tela. A tela Início é onde ficam seus apps, e onde você pode iniciá-los.

Como só cabem 20 aplicativos em uma tela Início, você pode ter várias telas desse tipo, ou páginas, para organizar seus apps. Acima do Dock, você vai ver dois pontos, um deles destacado em branco; eles significam o número de páginas de apps que você possui. Deslize o dedo para a esquerda ou direita para navegar por elas.

O Dock – A barra prateada translúcida ao longo da parte inferior da sua tela Início é chamada de Dock. Se você tentou deslizar entre as páginas Início, percebeu que os ícones do Dock não mudam.

Isso acontece porque o Dock é para apps que você usa frequentemente; em vez de precisar ter que ir de página em página para encontrar um, você pode colocá-lo diretamente no Dock para acesso fácil. É possível colocar até seis aplicativos no Dock.

Faça buscas no Spotlight – Você pode realizar buscas em todas as mensagens de e-mail, páginas web e apps do seu aparelho, ou buscar pelo Google ou pela Wikipedia, ao deslizar seu dedo para a direita até chegar ao Spotlight. Digite o que procura na barra de buscas, e toque no resultado correto na lista para encontrar o que quer.

 

spotlight_menu300
Spotlight: a famosa busca do Mac também está no iPhone


Abrir e fechar um app – Quer rodar um app? Para abri-lo, tudo que você precisa fazer é tocar no seu ícone. Uma vez aberto, você pode voltar para a tela Início a qualquer momento ao apertar o botão Início.

Rearranje e apague Apps – Para rearranjar a ordem e a localização dos seus ícones, toque e segure qualquer ícone na tela Início. Após alguns segundos, todos os ícones dos seus apps, incluindo aquele que você está segurando, vão começar a se agitar, e um pequeno “X” na cor preta vai aparecer no canto superior esquerdo de cada um deles.

Uma vez que isso acontecer, você pode arrastar e reorganizar qualquer um dos aplicativos na tela Início, ou até mesmo arrastá-los para dentro ou fora do Dock. Se você instalou um app de terceiros que não quer mais, pode tocar no “X” para apagá-lo do seu iPad.

Quando tiver terminado, aperte o botão Início, e seus ícones vão parar de se agitar e ficarão em suas novas localizações. Você também pode rearranjar seus ícones e páginas Início por meio do iTunes quando conectar seu iPad ao computador.

Use pastas – Possuir alguns apps espalhados pela sua tela Início é algo OK se você possui apenas um pequeno número deles, mas quando você começa a acumular uma coleção, pode usar pastas para apps.

Uma pasta é um grupo de aplicativos, representado por um único ícone, na tela Início do iPad. Cada pasta traz ícones em miniatura representando os programas dentro dela, além de um nome geral.

Quando você toca em uma pasta, o Dock desaparece, dando espaço para uma visualização do conteúdo da pasta. Dentro dela, você vai encontrar o nome e o ícone de cada aplicativo. Toque em qualquer um deles para abri-lo, ou toque em qualquer local fora da pasta para voltar a tela Início.

Para criar uma pasta, comece tocando e segurando o dedo em qualquer aplicativo para entrar no modo de edição do seu iPad; após os ícones começarem a se agitar, arraste um app para cima de outro.

Quando você soltá-lo, será criada a pasta, que vai abrir e mostrar os dois aplicativos. Por padrão, a pasta terá um nome baseado na categoria da App Store para um dos primeiros apps na pasta. Se você quiser mudar o título, apenas toque no campo de texto (enquanto estiver no modo de edição) e digite algo novo. Quando tiver terminado, aperte o botão Início para sair do modo de edição.

Para adicionar outro app na pasta, retorne ao modo de edição e arraste o programa desejado para o ícone da pasta. Repita esse procedimento até ter adicionado todos os apps que quiser (são até 20 por pasta), e então aperte o botão Início para sair do modo de edição.

Para editar a pasta em si (seu nome, conteúdo ou a organização dos apps dentro dela), você pode tanto entrar no modo de edição e então tocar na pasta, ou, enquanto a pasta está aberta, tocar e segurar qualquer ícone dentro dela.

Você pode então tocar no nome da pasta para mudá-lo, arrastar os ícones de apps dentro da pasta para rearranjá-los, arrastar um software para fora da pasta (e colocá-lo, assim, na tela Início) para removê-lo da pasta, ou tocar no botão de Delete (Apagar) de um app para apagá-lo completamente do seu iPad. Ao contrários dos apps, as pastas não possuem um botão Delete; para apagar uma pasta, você precisa remover todos os aplicativos de dentro dela.

itunes-aprende-300.jpg

iTunes: aplicativo permite organizar no computador conteúdos do tablet

Gerencie suas pastas a partir do iTunes - O iTunes permite há muito tempo que os usuários instalem apps durante a sincronização com seus aparelhos. Agora, se você estiver usando o iTunes 9.2 ou versão mais recente, também pode editar suas pastas, usando seu mouse e teclado.

Quando seu iPad está conectado ao computador, a aba Apps no iTunes permite escolher quais programas sincronizar com o seu iPad, assim como decidir de que maneira organizar os apps sincronizados nas várias telas Início. Mas arraste um app sobre o outro e, após um pequeno intervalo, uma pasta é criada, como se você tivesse feito a mesma coisa no seu iPad.

Você também pode editar o nome da pasta e rearranjar os ícones dentro dela. E como você está usando um computador, não precisa clicar e segurar para entrar no modo de edição de “ícones agitados”; bastar clicar e arrastá-los a qualquer momento. Da mesma maneira, apenas dê um clique duplo para editar uma pasta existente.

Multitarefa no seu iPad - Abrir e fechar um app é fácil: toque no aplicativo para abri-lo e então aperte o botão Início para fechá-lo. Mas quando você faz isso, não está realmente fechando o app: você está congelando-o, ou colocando-o para rodar em segundo plano. Isso significa que você pode ter vários apps ativos rodando ao mesmo tempo, e pode ainda mudar entre esses aplicativos, sem precisar voltar para a tela Início.

Apps congelados x Apps em segundo plano - Algumas vezes você precisa que um software continue fazendo algo quando não está em primeiro plano. Por essa razão, a Apple forneceu várias outras ferramentas que permitem que os desenvolvedores construam os apps para desempenhar tarefas em segundo plano.

Uma dessas ferramentas é o sistema de notificações por push; outra permite que os apps de áudio continuem tocando enquanto o usuário muda para outro aplicativo; e ainda há uma outra que permite tarefas como um upload de foto continuar em segundo plano mesmo que você saia do programa que está subindo a imagem.

Se o seu app não incorpora um desses recursos de segundo plano, ele vai “congelar”, o que significa que ele vai lembrar o que quer que estivesse fazendo, mas não continuará fazendo nada quando você sair dele.

 

A prateleira multitarefa – Você pode mudar rapidamente entre seus aplicativos e ver quais deles estão congelados ou rodando ao acionar a chamada “prateleira de multitarefa”. Para fazer isso, dê um clique duplo rápido no botão Início; uma prateleira vai surgir na parte inferior da tela (abaixo do Dock), mostrando os apps abertos mais recentemente.

Se você rodou recentemente mais de seis ou sete apps, pode deslizar para a esquerda por essa prateleira para ver os outros apps mais antigos que abriu no passado. Para abrir um app diferente, toque em seu ícone.

Atalhos da prateleira – Além de trazer uma lista dos seus apps abertos mais recentemente, a prateleira multitarefa possui alguns outros atalhos para o seu iPad. Se você deslizar para a direita, vai trazer um conjunto de controles secundários do aparelho. Aqui, você pode mudar a orientação do seu iPad (ou deixá-lo no mudo, dependendo de como tiver configurado o aparelho), ajustar o brilho e volume, e controlar a música tocando atualmente em seu iPad (ele mostra como padrão a biblioteca de músicas do app iPod).

Dicas e truques para o iOS

Assim como seu computador possui atalhos e teclas de comando para tarefas frequentemente usadas, seu iPad tem uma variedade de técnicas divertidas que você pode usar para copiar textos, rodar múltiplos apps, e até mesmo travar a orientação da tela.

Selecione Texto – Há dois tipos de texto que você pode selecionar no seu iPad: editável e não-editável. Para selecionar um texto não-editável, apenas toque e segure apertado na palavra ou frase que você gostaria de selecionar; se o texto é editável, dê um toque duplo na palavra.

Você pode ajustar essa seleção inicial ao mover as alças azuis de edição que aparecem nos dois lados da sua seleção. Enquanto estiver digitando, você também pode colocar seu cursor onde precisar.

Apenas toque e segure apertado até que uma lupa de aumento apareça, e então arraste seu dedo pelo texto. À medida que você arrasta a lupa, o ponto de inserção do texto irá segui-lo para que você possa posicionar de modo fácil o cursor exatamente onde quiser. Quando você soltar, o cursor estará no local desejado.

 

copiarcolar300
Recurso para copiar e colar: toque na tela e deslize para definir o trecho

Cortar, Copiar e Colar – Uma vez que você toca, segura e solta seu texto, vai ver as opções a seguir: Selecionar (para selecionar uma palavra) e Selecionar Tudo (para selecionar tudo). Escolha uma delas, e então selecione Cortar, Copiar, ou Colar, ou até mesmo uma palavra de substituição, se você tiver destacado uma palavra escrita errada. Para colar uma palavra, apenas posicione seu cursor ao tocar, então segure-o apertado por alguns segundos até que apareça a opção pop-up Cortar, Copiar e Colar.

Verifique sua ortografia – Se você escreveu uma palavra errado, o iPad vai sublinhá-la com uma linha vermelha. Toque e segure apertado a palavra sublinhada, e, à direita das opções Copiar e Colar, você vai ver um botão Substituir.

Toque neste botão, e o iPad te dará algumas sugestões de palavras escritas corretamente que você possa ter tentado digitar. Toque na palavra que quiser, e ela substituirá automaticamente a sua errada. Se nenhuma delas for a que estiver procurando, toque na sua palavra e tente digitá-la novamente.

Se você não gostava de ver sua palavra sublinhada pela linha vermelha, pode facilmente desativar esse verificador ortográfico ao acessar Ajustes, Geral, Teclado e mexer na chave da opção Verificar Ortografia.

Imprima a partir dos apps – Alguns apps suportam o padrão AirPrint, da Apple, que permite que você envie documentos, fotos e mensagens de e-mail pelo Wi-Fi para qualquer impressora compatível.

Para usar o AirPrint, seu iPad precisa estar conectado a uma rede wireless. E sua impressora precisa ser compatível com o AirPrint (sendo que apenas algumas delas são atualmente) ou você pode baixar o app Printopia (US$ 10), da Ecamm, no seu Mac para permitir que seus aparelhos acessem qualquer impressora da rede.

Uma vez que tenha submetido um trabalho, você pode usar o app embutido Print Center para visualizar ou cancelar trabalhos de impressão pendentes e até mesmo receber um aviso quando uma impressora estiver com pouca tinta.

Quando estiver no meio de um trabalho, o ícone do Print Center irá aparecer na prateleira de multitarefa do iPad. Toque nele e acionará o menu pop-up Pedido de Impressão (Print Order), mostrando os trabalhos de impressão na sua fila.

Toque em um deles para visualizar um sumário completo, incluindo título da foto, impressora para a qual foi enviada, número de cópias, tempo de impressão e status.

Adicionar arquivos aos seus apps - Apesar de seus aplicativos, de modo geral, não interagirem, alguns softwares da Apple e de outras desenvolvedoras permitem que você adicione arquivos do Mail ou do Safari, ou a partir do seu computador, pelo iTunes.

A partir do Mail ou do Safari - Se uma mensagem de e-mail ou site traz um documento que um dos seus apps pode abrir, você vai ver um botão Open In (Abrir em), que permite escolher o app para o qual você quer trazer o documento.

A partir do iTunes - Quando seu iPad estiver conectado ao Mac e o iTunes aberto, selecione seu iPad na seção de aparelhos do software, e então clique na aba Apps. Desça para a seção de Compartilhamento de Arquivos (se você não tem apps que suportam o compartilhamento de arquivos, essa seção não irá aparecer). Você verá uma lista de apps instalados no seu iPad que podem compartilhar arquivos por meio do iTunes. Clique em um deles e verá todos os arquivos que já adicionou, ou criou neles, com o iPad à direita, juntamente com as datas de criação e seus respectivos tamanhos.

Quer mais dicas? Então veja nosso vídeo especial, com 20 dicas para o iOS 5, nova versão do sistema operacional para o iPhone e iPad.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil