5 dicas para aproveitar ao máximo a Apple TV

Macworld / EUA
26/11/2012 - 07h00 - Atualizada em 14/12/2012 - 19h48
Saiba como tirar o melhor do aparelho de streaming da Apple, que custa 400 reais no Brasil.

Notícias Relacionadas

A Apple TV (R$400) evoluiu de uma extensão do seu computador lenta e baseada em um disco rígido para um aparelho de streaming de mídia com capacidades razoavelmente interessantes. Apesar de não oferecer tantas opções de conteúdo, o aparelho te permite acessar Netflix, YouTube, Vimeo, Flickr, iTunes Store (filmes e séries de TV) e campeonatos de esportes dos EUA. Além disso, é o único aparelho de mídia do mercado que te permite acessar sua biblioteca do iTunes e compras anteriores da Apple, assim como fazer streaming diretamente do seu computador ou aparelho iOS usando a tecnologia AirPlay.

Se você possui a segunda ou terceira geração da Apple TV em casa, confira abaixo algumas dicas para conseguir o máximo do aparelho que está cada vez mais deixando de ser um hobby para a Apple.

appletv_390

1. Atualize seu software

A Apple adicinou muitos recursos a Apple TV no último ano (incluindo alguns que serão discutidos abaixo) por meio de atualizações de software. Antes de continuar usando o aparelho, certifique-se de que está rodando a última versão do sistema da Apple ao acessar Ajustes → Geral → Atualização de Software (Settings → General → Update Software) e seguir as intruções. Atualmente, o sistema está em sua versão 5.1.

2. Mude os ícones de lugar

Atualmente, a Apple TV possui 14 ícones sendo exibidos em sua página inicial (no Brasil), incluindo opções nativas da Apple. Apesar de ser um número menor do que o exibido na tela de um iPhone ou iPad, por exemplo, é possível simplificar a navegação pelo menu inicial.

Para rearranjar os ícones de lugar, basta segurar o botão redondo do centro apertado até que os ícones comecem a se mexer, de forma parecida com o que acontece nos aparelhos iOS. Então basta mover o ícone para onde você quiser por meio dos controles de navegação. Repita a ação para cada ícone que quiser mudar de lugar.

Assim, se você assiste muito Netflix e vídeos do YouTube, por exemplo, poderá deixá-los em primeiro lugar na lista.

appletvdicas01

Apple TV dos EUA possui cerca de 20 ícones, número maior do que no Brasil

Vale notar que os ícones da primeira fileira, nativos do sistema, não podem ser movidos. Assim, ela sempre trará as opções Filmes, Música, Computadores e Ajustes.

3. O botão Menu é seu amigo

Uma vez que você navegou por vários níveis do app Ajustes ou mergulhou na busca do Netflix para encontrar algo para assistir, é preciso percorrer um longo caminho para voltar ao menu principal da Apple TV. Mas não importa o quão longe você foi, basta apertar e segurar o botão Menu no controle remoto, e você será rapidamente levado para a página inicial da Apple TV.

4. Baixe o aplicativo Remote para iOS

Falando em navegação, se você tem um aparelho iOS que geralmente está por perto enquanto você assiste a conteúdos na Apple TV, baixe o aplicativo Remote - Apple para iPhone, iPod Touch e iPad.

Com o app, você pode controlar a navegação e reprodução na sua Apple TV usando uma rede Wi-Fi. E se você possui uma grande biblioteca no iTunes, o app é uma maneira muito melhor para encontrar conteúdos específicos do que navegando pelas enormes listas na sua TV.

appletvdicas02

E o melhor de tudo: tudo que exige texto, incluindo desde buscas no Netflix até digitar senhas, fica muito mais fácil de fazer com o teclado virtual no app para aparelhos iOS. Sem comparação com a tediosa seleção de cada caractere necessária pelo controle remoto do aparelho.

5. Assista aos vídeos com a melhor qualidade de imagem possível

Apesar de rodarem o mesmo software, a maior diferença entre a Apple TV de segunda e terceira gerações é que o modelo mais recente possui suporte para vídeos em 1080p contra o máximo de 720p da geração anterior. Mas para ver a diferença é preciso ter certeza de que configurou sua Apple TV de acordo.

Primeiro, vá em Ajustes-> Áudio e Vídeo (Settings → Audio & Video). Navegue até a parte inferior da lista até a opção Resolução de TV (TV Resolution). Se você ver designação “Automática” próxima a ela, então está tudo certo.

Para ter certeza, seleciona Resolução de TV, e embaixo da imagem de uma Apple TV você verá qual a resolução atual da sua TV - “1080p – 60Hz”, por exemplo. Se isso parece certo, você está pronto para seguir.

appletvdicas03

Depois, vá em Ajustes → iTunes Store e veja a seção Preferências. Caso você tenha uma TV 1080p e banda larga suficiente, a opção Resolução de Vídeo deve estar em 1080p HD, e as Amostra em HD devem estar habilitadas para a opção Ativo.

appletvdicas04

Vale notar que não é indicado configurar sua Apple TV em uma resolução mais alta do que sua TV realmente suporta. Em alguns casos, o televisor pode ficar confuso com essas resoluções diferentes e simplesmente não exibir imagens da Apple TV.

Extras

Com o tempo, a Apple tornou possível assinar serviços pagos que não estão disponíveis no iTunes diretamente pela Apple TV. Assim, o usuários pode tornar-se assinante de conteúdos como o Netflix e o MLB.TV (canal da liga de beisebol dos EUA). 

No entanto, no Brasil temos poucas opções desses serviços pela Apple TV. Até mesmo a Xbox LIVE, do console da Microsoft, possui mais opções como a NBA TV.

Legendas

E para saber como configurar as opções de legenda e áudio no Netlifx e na iTunes Store pela Apple TV, confira nossa dica especial sobre o assunto.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil