Apple prepara usina solar de 200MW para alimentar data center nos EUA

IDG News Service
27 de janeiro de 2017 às 13h21
Companhia de Cupertino tem trabalhado consistentemente rumo ao objetivo de usar 100% de energia renovável para todas as suas operações

A Apple anunciou nesta quinta-feira (26) uma joint venture com a Nevada Energy (NV Energy) para construir uma usina solar de 200MW para alimentar o seu data center em Reno, Nevada. A instalação é o maior projeto solar da Apple até então e é esperada para ser inaugurada no início de 2019.

O data center da Apple está localizado no Reno Technology Park; a companhia também tem planos de construir outro campus para um data center anexo ao já existente. 

A companhia de Cupertino tem trabalhado consistentemente rumo ao seu objetivo de usar 100% de energia renovável há alguns anos. Ela já usa 100% de energia renovável para o seu data center na Carolina do Norte, com alguma parte vindo de usinas de bioenergia e o resto de plantas solares. 

Em 2015, a Apple anunciou que todas as suas instalações nos Estados Unidos - e 93% de suas operações ao redor do mundo - serão alimentadas com energia renovável.

Em Singapura, por exemplo, a companhia está alimentando suas instalações de manufatura com painéis solares de 32MW que são localizados sobre o topo de 800 telhados.

Na China, a companhia está acrescentando capacidade de 170MW de energia solar para completar a energia usada para fabricar iPhones e outros produtos no país. 

Também em 2015, a Apple anunciou que estava investindo US$ 848 milhões em usinas solares para alimentar suas operações na Califórnia, incluindo seu novo campus em Cupertino, além de lojas e seu data center em Fremont. O acordo colocou a Apple à frente do Walmart como a maior companhia a usar energia solar. O projeto de energia solar de 2015 representou acréscimo de 130MW de energia solar através de um acordo de compra de 25 anos com a California Flats Solar Project.

Em setembro do ano passado, a Apple se uniu a uma iniciativa de energia renovável global, a RE100, uma organização comprometida a ajudar companhias e municípios a alcançarem suas metas de usar 100% de energia renovável.  

“Investir em fontes de energia limpa inovadoras é vital para o compromisso da Apple em atingir e manter 100% da energia renovável através de todas as nossas operações”, disse Lisa Jackson, vice-presidente da Apple para meio ambiente e iniciativas políticas e sociais, em comunicado.   

“Nossa parceria com a NV Energy ajuda a assegurar nossos clientes com o iMessages, FaceTime e solicitações a Siri que são alimentados com energia limpa e apoia esforços para oferecer a escolha de energia verde a residentes e negócios em Nevada”. 

Nas próximas semanas, a NV Energy preencherá uma aplicação junto a  Public Utilities Comission of Nevada para celebrar um contrato de compra de energia para a nova usina de energia solar.

O projeto trará a NV Energy um total de mais de 529MW  de nova capacidade solar sob construção em Nevada ou sob revisão de aprovação.

“A Apple também vai dedicar até 5MW de energia para o futuro programa solar de assinatura para clientes residenciais e comerciais”, informou a companhia. 

 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil