Entrada da Apple em consórcio Wireless Power aumenta rumores sobre iPhone 8

PC World / EUA
13 de fevereiro de 2017 às 17h46
Entrada da empresa de Cupertino para consórcio que desenvolveu o sistema de recarga wireless Qi ampliou os rumores sobre um novo iPhone com a funcionalidade.

A Apple entrou para o consórcio por trás do sistema de recarga wireless Qi, aumentando os rumores de que os donos do próximo iPhone poderão viver sem o cabo de força. 

A recente entrada do nome da Apple na lista de membros do Wireless Power Consortium, criador do Qi, apenas aumentou a crença sobre o rumor, que já está no ar há algum tempo.

“Após vários anos de rumores, a entrada da Apple para o Wireless Power Consortium aponta fortemente para a expectativa de que o próximo iPhone incluirá tecnologia de recarga wireless”, afirmou a analista de mercado da IHS, Vicky Yussuff.

No entanto, é melhor não aumentar muito as expectativas. Isso porque os analistas da IHS disseram exatamente a mesma coisa sobre o último iPhone.

Na verdade, a entrada da Apple para o consórcio pode não ter nada a ver com smartphone. O adaptador magnético de recarga fornecido junto com o Apple Watch recarrega aparelhos com Qi. Por isso, essa entrada da Apple pode ser apenas um reconhecimento tardio deste uso.

Nove em dez consumidores querem recarga wireless em seu próximo smartphone, segundo a analista da iHS. Segundo ela, a tecnologia é agora tão amplamente adotada que não pode ser ignorada pela Apple.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil