Especial: o que a Apple deve anunciar na WWDC 2017

Macworld / EUA
05 de junho de 2017 às 12h11
Possíveis anúncios vão além das novidades do iOS e macOS e podem incluir novos iPads e Macbooks e chegada da Amazon na Apple TV.

A Apple inicia nesta segunda-feira, 5/6, mais uma edição da sua conferência anual para desenvolvedores, a WWDC, que terá uma keynote de abertura às 14h (horário de Brasília) diretamente da Califórnia.

A aposta mais certa em qualquer WWDC é que a Apple irá apresentar as próximas gerações dos seus sistemas operacionais, com lançamentos previstos para os próximos trimestres. Sim, é quase uma certeza que a empresa de Cupertino anunciará detalhas das novas versões do iOS, macOS, whatsOS e tvOS. 

Outra quase certeza: a Apple gosta de agradar o público. E na WWDC, esse público é formado principalmente por desenvolvedores. Por isso, podemos esperar que a companhia faça alguns anúncios focados em receber aplausos desses desenvolvedores. Eles provavelmente virão na forma de um compromisso verbal para os usuários profissionais do Mac – e praticamente todo desenvolvedor das plataformas da Apple usa um Mac para fazer seu trabalho. 

A Apple vem destacando bastante recentemente o crescimento da receita da sua divisão de Serviços junto ao mercado. Essa é uma área de grande crescimento para a empresa, e, apesar de ser fácil perder esses serviços de vista quando estamos todos animados com novos anúncios de hardware e software, é difícil imaginar que os diversos serviços da Apple não aparecerão de forma recorrente durante a keynote. Vamos ouvir bastante sobre o iCloud, a iCloud Photo Library, o Apple Music...

Não podemos esquecer ainda da quase garantida aparição do Apple Watch no evento, provavelmente para a empresa mostrar o que o seu relógio inteligente pode fazer, algo que vem basicamente fazendo desde o final de 2014.

Também devemos ter novas caras na apresentação, especialmente depois que as grandes empresas começaram a ser criticadas por trazerem sempre apenas apresentadores homens e brancos. 

iPad Pro e Macbooks novos?

Os rumores mais recentes dão conta de que a Apple pode apresentar um novo iPad Pro na WWDC para substituir a versão atual de 9,7 polegadas por uma edição com maior resolução de tela. Apesar de não ser esperado por todos, esse é um anúncio com chances razoáveis de acontecer no evento, ainda mais pelo fato do iPad Pro não receber um upgrade há mais de um ano. 

Além disso, muito vem se falando ultimamente sobre as chances de a Apple apresentar alguns updates para a sua linha de MacBooks, que realmente precisam de uma atualização. Os rumores indicam ainda que os laptops da Apple podem receber novos chips, o que certamente seria um sinal de comprometimento da empresa para com seus usuários profissionais, os desenvolvedores.

Parceria com a Amazon

A Apple adora usar esses eventos para falar sobre grandes acordos de entretenimento. E o rumor mais forte das últimas semanas é que a empresa e a Amazon chegaram a um acordo para levar o app de vídeo da última de volta para a Apple TV. 

Alto-falante com Siri

Por fim, também vem se falando muito ultimamente sobre a possibilidade de a Apple entrar na guerra dos alto-falantes inteligentes e lançar um modelo com a Siri para rivalizar com a Amazon, o Google e a Microsoft (que terceirizou esses produtos por enquanto).

O mais provável, no entanto, é que a Apple anuncie esse possível alto-falante com a Siri no último trimestre, que é quando o mesmo seria lançado, de acordo com os rumores.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil