Xiaomi mira o Macbook Pro com o seu novo Mi Notebook Pro

Da Redação
11 de setembro de 2017 às 13h45
Com tela de 15,6 polegadas e chips Intel Core de oitava geração, laptop de fabricante chinesa tem preços a partir de US$850.

A fabricante chinesa Xiaomi apresentou nesta segunda-feira, 11/9, seu novo notebook com Windows 10, o Mi Notebook Pro, que parece mirar principalmente o MacBook Pro, da Apple.

Disponível apenas em uma versão com tela de 15,6 polegadas, o aparelho traz um design que lembra bastante o laptop da Apple. Além disso, o Mi Notebook Pro conta com um diferencial importante em relação ao seu rival: o aparelho traz uma diversidade de entradas, incluindo duas USB-C, duas USB-A, HDMI de tamanho padrão e cartão SD.

As configurações do novo computador da Xiaomi incluem ainda processadores Intel Core de oitava geração (i5 e i7), placa gráfica GeForce MX150, da Nvidia, trackpad com sensor de impressão digital, 256GB de armazenamento em SSD e sistema de áudio Dolby Atmos.

Vale notar, no entanto, que o display do Notebook Pro possui resolução de 1080p, bem menos do que você irá encontrar em um MacBook Pro com tela Retina, por exemplo. Por outro lado, o preço do notebook da Xiaomi também será bem menor, começando em 850 dólares pelo modelo com Intel Core i5 e 8GB de RAM – a versão com 16GB de RAM sai por 1070 dólares. Para efeito de comparação, o MacBook Pro de 13 polegadas tem preços a partir de 1.300 dólares, enquanto que a versão de 15 polegadas sai por pelo menos 2.300 dólares.

minotebookpro_625.jpg

Xiaomi mira o MacBook Pro com o novo Notebook Pro (fotos: GSMArena)

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil