Apple lidera mais uma vez lista das marcas mais valiosas do mundo

Da Redação
25 de setembro de 2017 às 15h00
Apple e Google mantém as duas primeiras colocações, respectivamente, enquanto que Amazon e Facebook registram crescimentos significativos no ano.

As empresas de tecnologia dominaram a lista das marcas mais valiosas do mundo, com a Apple mantendo a liderança do já tradicional ranking anual Best Global Brands, da consultoria Interbrand.

Com um crescimento de 3% em relação ao ano passado, a fabricante do iPhone teve a sua marca avaliada em 184 bilhões de dólares pelo estudo, ficando mais uma vez com o primeiro lugar do já tradicional ranking.

Em segundo lugar, aparece o Google, outro nome comum entre os primeiros da lista. No levantamento de 2017 da Interbrand, a subsidiária de buscas da Alphabet aparece com um valor de merca estimado em 141 bilhões de dólares, aumento de 6% em relação ao ano passado.

Completam o top 5 a Microsoft, em 3º lugar e com a marca avaliada em 79 bilhões de dólares, a Coca-Cola, em 4º e com a marca avaliada em 69,7 bilhões de dólares, e a Amazon, que fecha o pódio dos cinco primeiros com a marca avaliada em 64,7 bilhões de dólares, um crescimento significativo (de 29%) em comparação com 2016.

O domínio das empresas de tecnologia continua na segunda metade do top 10, com a Samsung ocupando a sexta posição, graças a um crescimento de 9%, que deixou sua marca avaliada em 56,2 bilhões de dólares.

Maior rede social do mundo, o Facebook aparece em oitavo lugar, graças a um crescimento absurdo de 48%, que deixou sua marca avaliada em 48,1 bilhões de dólares, atrás da Toyota, em sétimo e com valor de 50,2 bilhões de dólares, e `a frente da Mercedes-Bens, com a marca avaliada em 47,8 bilhões de dólares. A IBM fecha o Top 10 com a marca avaliada em 46,8 bilhões de dólares, apesar da queda de 11% no valor durante a temporada.

 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil