Review: Safari 6 brilha no Mountain Lion, mas faz feio no Lion

Macworld / EUA
20/08/2012 - 07h00 - Atualizada em 09/01/2013 - 13h09
Com recursos exclusivos para Mac OS X 10.8, nova versão do navegador da Apple apresenta muitas limitações na edição anterior do sistema da companhia.

Notícias Relacionadas

O Safari 5.1 não envelheceu bem nos Macs mais antigos. Apesar de o navegador da Apple ter alcançado resultados rápidos nos benchmarks, ele ficou extremamente lento ao carregar páginas ou navegar por múltiplas abas. No Lion, o Safari 6 também nos deixou mais preocupados do que felizes. Mas no Mountain Lion, o Safari virou um bicho totalmente diferente.

O rei está morto

O Safari 6 traz relativamente poucos recursos novos para uma grande atualização de browser como essa, e a maioria das suas novidades exigem o Mountain Lion para rodar corretamente.

Mas, mesmo no sistema anterior Lion, você verá as principais mudanças do Safari 6 de forma imediata. Assim como o Firefox, o Safari consolidou a digitação de URLs e buscas em uma única barra no topo da tela. Você busca com o Google por padrão, mas pode especificar o Yahoo ou Bing nas preferências. Ao contrário do Firefox, o Safari não mantém uma caixa de busca vestigial próxima à sua janela tudo-em-um sem uma razão aparente. Costumava gostar da implementação útil e desobstruída dessa ideia pelo Safari.

safari601review.jpeg

O Safari 6 também trata as abas de forma diferente. Elas agora se expandem para tomar porções iguais de toda a janela do navegador. Com apenas duas abertas, as abas pareciam quase comicamente enormes, mas ainda assim funcionaram bem como sempre. O resto do browser pareceu ter dificuldades no Lion. Ocasionalmente, demorava séculos para carregar uma página. Se tentasse mudar para outra aba durante essa tediosa espera, veria uma janela em branco, mesmo com a outra página já tendo sido carregada. De modo ainda mais surpreendente, os testes benchmark mostraram que o Safari 6 foi 17% mais lento em desempenho no JavaScript no Lion do que a versão anterior Safari 5.1.7. Então instalamos o Mountain Lion – e o Safari 6 virou um browser muito melhor.

Longa vida ao rei

Com o Mountain Lion, o Safari 6 consegue um equilíbrio admirável. A barra azul de progresso, que antes “gaguejava” na barra de URL, agora passa gradativamente. As páginas deslizam ainda mais suavemente à medida que você desliza o dedo (em um trackpad) para navegar. E os conteúdos de uma página parecem entrar no lugar à medida que ela é carregada.

Tirando um hábito estranho de um curto fade-out e depois fade-in enquanto o navegador recarrega uma página em que você foi para frente ou retornou, tudo funcionou de forma rápida e fluida, mesmo em um notebook de 2008. A Apple conseguiu fazer do Safari 6 no Mountain Lion o navegador com visual mais refinado para Macs. Essa qualidade se estende a Visualização de Abas (Tab View), outra melhoria exclusiva do Mountain Lion.

safari602review.jpeg

O modo Reader me deu dores de cabeça no Safari 6, mas funciona muito bem no novo browser. Após ter clicado no novo botão no canto direito da barra de URL/buscas, as reportagens e slideshows de vários sites carregaram de forma muito rápida, com cada página chegando à medida que fazia scroll para o final da página atual. Sites famintos por anúncios podem sofrer, mas eu consegui ter o gosto de ler uma reportagem sem vários cliques.

Eu teria apreciado um botão dentro da visualização do Reader para adicionar essa página à minha Lista de Leitura, que agora faz download e armazena reportagens para que você possa lê-los offline. 

Em vez disso, precisei usar o botão Compartilhar (Share) no estilo iOS e localizado no topo da página, que também adiciona favoritos e envia páginas via Mail, Messages, ou Twitter. A Apple promete a compatibilidade com o Facebook para breve.

E esse não é o único upgrade do Safari 6 que ainda está em construção. Em seu site, a Apple promete que as chamadas Cloud Tabs (Abas na nuvem) te permitirão retomar a navegação de onde você tinha parado no seu iPhone ou iPad. Mas esse recurso não vai chegar por completo até o lançamento do iOS 6 no próximo trimestre. Por enquanto, ele só funciona com outros Macs.

Entre os outros novos recursos, a Apple destaca um melhor suporte para áudio HTML5 e outros padrões emergente, mais recursos para navegadores em chinês; e suporte para o protocolo de privacidade “Do Not TracK”(Não Rastrear).

Nem tanto um passo à frente

Nos testes de benchmark em um MacBook de alumínio de 2GHz e 2GB de RAM, o Safari registrou resultados diversos. Ele ainda domina na renderização de HTML5, igualando ou superando pontuações anteriores (e todos os outros navegadores testados) em renderização de texto, vetores e bitmap gráficos. Mas em JavaScript, o Safari 6 fica atrás não apenas da sua versão anterior, mas também das últimas encarnações do Google Chrome e do Firefox. No Mountain Lion, sua pontuação no SunSpider melhorou cerca de 7% em relação ao Lion, mas ainda ficou um pouquinho atrás do Chrome e do Firefox. O Mountain Lion também adicionou 10 pontos (de um total de 500) aos testes de padrões HTML5 para o Safari 6 em relação ao Lion, ficando 47 pontos à frente dos testes no Safari 5.17. Mas ficou 17 pontos atrás do Opera, e 25 pontos depois do Chrome. 

Conselho de compra da Macworld

Não podemos recomendar o Safari 6 para os usuários do Lion. Suas poucas melhorias de interfaces não podem superar o desempenho fraco. Com o Mountain Lion, ele é ótimo de ser usado, e suas relativamente poucas adições provaram valer a pena. Outros navegadores podem te dar mais força bruta em alguns aspectos, mas o Safari ainda entrega a experiência web mais divertida e elegante.

Safari 6

PRÓ
Browser com visual mais refinado para Macs;
CONTRA
Poucos recursos novos para uma atualização desse porte; desempenho fraco no Lion

Fabricante: Apple

Preço: Gratuito

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil

Social Media @Macworld