Vídeo: com preço de carro, MacBook Pro Retina só compensa para profissionais

William Marchiori
11/09/2012 - 07h00 - Atualizada em 28/09/2012 - 17h30
Apesar de custar pelo menos R$10 mil no Brasil, notebook completo da Apple sente falta de conexões, bateria mais durável e melhor sistema de resfriamento.

Notícias Relacionadas

Apresentado em junho deste ano, o MacBook Pro Retina chama atenção não apenas pelos ótimos recursos e pela tela de alta resolução presente no seu nome, mas também pelo alto preço, que começa em 10 mil reais no Brasil (2.200 dólares nos EUA).

Nesse vídeo abaixo, analisamos um modelo intermediário do notebook profissional da Apple para quem está em dúvida sobre se vale a pena gastar o mesmo valor de um carro usado em um computador.

Apesar de trazer a tela de altíssima resolução, também presente no iPad 3 e nos iPhones 4 e 4S, o Pro Retina sente falta de mais conexões USB e uma placa de rede, por exemplo. Assim, mesmo pagando 12.600 reais (preço do modelo analisado), o usuário precisaria gastar ainda mais por adaptadores e hubs.

Para conferir a análise completa com todos os prós e contras do produto, assista ao vídeo especial abaixo.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

Mais reviews

iPhone 5

iPhone 5

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 6.0

Melhora o que já era bom, com tela maior, chip mais rápido e design menor.

Mudança para o Lightning é desagradável no início; novo chip nano SIM também obriga nova compra ou adaptação; falta de suporte 4G no Brasil (por enquanto)

iPad Mini

iPad Mini

  • Nota da Macworld
  • Nota do Leitor
  • 3.9

Maior parte da experiência do iPad em pacote mais leve e fino; suporte nativo para todos os apps do iPad; ótimo desempenho, construção e design

Não possui tela Retina; alguns sites e apps parecem "apertados" na tela menor; teclado em modo paisagem é muito pequeno para uma digitação fácil